AMORA»» Aposta forte na subida de divisão

Eduardo Santos, director desportivo…

“SABEMOS QUE HÁ ALGUÉM QUE DISSE, MESMO ANTES DO CAMPEONATO COMEÇAR, QUE JÁ TINHA SUBIDO”

O Amora Futebol Clube já trabalha para a nova época desportiva onde se vai apresentar mais uma vez como um dos principais candidatos.

Depois de nas últimas quatro épocas terem terminado sempre em segundo lugar os azuis da Medideira reforçaram-se fortemente com o único objectivo de chegarem ao fim na primeira posição para assim poderem subir às competições de âmbito nacional.

Aos 13 jogadores que transitam da época passada, juntam-se agora cinco que vieram do Campeonato de Portugal e outros de reconhecido que alinhavam no distrital.

Élio Santos (ex-Charneca de Caparica), que esta época assume o comando técnico da equipa, vai ter certamente algumas dores de cabeça para formar o onze inicial, devido à qualidade existente, mas isso é um mal que pode vir por bem.

A expectativa é grande entre os associados do clube e por isso entendemos por bem ouvir Eduardo Santos que esta época assumiu o cargo de director desportivo, ficando assim como responsável pelo departamento de futebol [incluindo o feminino] e com a coordenação dos juvenis e juniores.


Regulamento interno e código de conduta

O ex-treinador esclareceu que resolveu trocar o relvado pela secretária porque “o projecto apresentado pelo presidente, Carlos Henriques, que estava muito bem estruturado, cativou-me. Começámos por analisar o departamento para depois tentarmos corrigir algo que não estivesse bem. Nesse sentido, foi elaborado um regulamento interno e um código de conduta. Ou seja, começámos por elaborar a criação de uma estrutura. Estávamos em meados de Abril e íamos trabalhando na retaguarda para que conseguíssemos organizar minimamente a estrutura necessária para a nova época”.


Departamento de scouting é uma das novidades

Para além do reforço do plantel e do novo treinador, Eduardo Santos teve também um papel importante na criação do departamento de scouting, que é também uma das novidades no clube.


No distrital, as pessoas estão habituadas a um mero observador, mas no Amora vai ser muito mais que isso"

“No distrital, as pessoas estão habituadas a um mero observador, mas no Amora vai ser muito mais que isso. Temos uma pessoa com conhecimentos aprofundados, a nível de II Liga, que nos deu todo o apoio e trouxe outros elementos válidos para o departamento. Esta é também uma peça muito importante no projecto que estamos a desenvolver”.


O objectivo principal é a subida de divisão

Em relação aos objectivos, o director desportivo do Amora, foi claro. “O objectivo principal é a subida ao Campeonato de Portugal. Sabemos que há alguém que disse, mesmo antes do campeonato começar, que já tinha subido. Sendo assim [em tom de brincadeira], direi que o Amora já se associou aos outros clubes para pedir à AF Setúbal que organizasse um segundo campeonato, visto o campeão estar já encontrado”.

Lamento não haver dois campeonatos"

E, já mais a sério, complementou. ”O campeonato vai ser muito competitivo porque há equipas muito bem apetrechadas. Vai haver um leque de 5 ou 6 equipas candidatas. Em minha opinião, esta época haverá uma maior disputa pela subida ao Nacional. Nós cá estamos para alcançar esse objectivo, se outros já conseguiram não sei. Lamento não haver dois campeonatos”, rematou. 

Taça de Portugal

Na AF Setúbal o arranque da nova época desportiva acontece no dia 10 de Setembro com a realização da 1.ª jornada da fase de grupos da Taça AFS “Joaquim Sousa Marques” mas a estreia do Amora em competições oficiais acontece uma semana antes, precisamente no dia 3, na Taça de Portugal que vai levar a equipa até à Ilha do Pico, nos Açores, para defrontar o Vitória Futebol Clube que na época passada venceu a taça, a supertaça e foi segundo classificado no Campeonato da AF Horta. 

Share on Google Plus