AMORA»» Estádio da Medideira passa para a posse municipal

Actual proprietário compensado com uma parcela de terreno…

O ACORDO ASSINADO PERMITIU AO AMORA SALDAR TAMBÉM UMA DÍVIDA QUE EXISTIA DESDE 1995

Amora Futebol Clube, Câmara Municipal do Seixal e Construções Norte Sul assinaram no passado domingo, 2 de Julho, um acordo tripartido que vai viabilizar a construção do Estádio Municipal da Medideira.

A sala dos presidentes, repleta de gente, foi o local escolhido para a realização da cerimónia que teve início com a assinatura de uma parceria com a Adidas que vai passar vestir as equipas do Amora, nos próximos 3 anos e acabou com o anúncio oficial do novo treinador da equipa de futebol sénior que vai ser Élio Santos, ex-Charneca de Caparica, e com a apresentação oficial da equipa de futebol feminino, modalidade que está de regresso ao clube depois de algumas décadas de paragem. 
  
Depois de lido em pormenor pelo presidente da Assembleia Geral, Paulo Silva, o acordo foi então assinado por Libório Temporão, das Construções Norte Sul, Carlos Henriques e Joaquim Santos.

No âmbito do protocolo a empresa dá à CM Seixal o Estádio da Medideira e recebe em troca uma parcela de terreno (7360 m2) para fins comerciais [situada nas imediações do campo n.º 2], que será desanexada dos terrenos que haviam sido doados pela autarquia ao Amora FC que fica assim com a dívida [de milhão e meio de euros, com juros incluídos] saldada, para com as Construções Norte Sul.   


“Futuro mais risonho”

Carlos Henriques começou por dizer que “este é um acordo que nos retira de cima uma dívida enorme e que nos permite encarar um futuro mais risonho” e salientou que “as negociações não foram fáceis” realçando o empenho do presidente da CM Seixal que foi fundamental para que o acordo fosse uma realidade.

Com alguma emoção, Carlos Henriques lembrou os anteriores presidentes [onde se inclui o seu pai, já falecido] dizendo que eles “devem estar orgulhosos daquilo que hoje se está a passar. Não tenho dúvidas que o Amora FC no bom caminho”. E prosseguindo acrescentou: “eu tenho um slogan que é o Amora – um objectivo e esse objectivo vai fazer com que o Amora seja cada vez mais forte”.  

O presidente do Amora FC deixou também uma palavra de agradecimento aos vereadores Jorge Gonçalves e José Carlos Gomes bem como ao eng.º Temporão que “nunca colocou o Amora entre a espada e a parede”, ao presidente da Junta de Freguesia Manuel Araújo e ao arquitecto José Pequeno, autor do projecto.


 “Um dos momentos mais importantes deste mandato”

“Este é talvez um dos momentos mais importantes deste mandato autárquico. Acompanho o desporto no concelho do Seixal há cerca de 15 anos e sempre vi no Amora um clube lutador mas o que foi feito nos últimos foi fantástico porque permitiu saldar uma dívida que existia desde 1995”, salientou o presidente da CM Seixal.

Depois de enaltecer o trabalho desenvolvido pelos dirigentes do Amora, Joaquim Santos deixou também uma palavra de apreço para Libório Temporão e referiu que “em Maio a        Câmara atribuiu 200 mil euros para o projecto e também já avançou com dois milhões de euros que irão ser cabimentados no orçamento para 2018”.

Por fim salientou o facto de o acordo ter sido aprovado em reunião de Câmara [com uma abstenção] e na Assembleia Municipal, por unanimidade. “Agora esperamos que todo o processo decorra à mesma velocidade com que foi conseguido este protocolo”.

Entre os presentes foi notória a presença de representantes das diversas forças políticas do concelho bem como do vice-presidente da Associação de Futebol de Setúbal, Carlos Sevilha.

Share on Google Plus