ÁGUAS DE MOURA»» Para além dos seniores aposta também na formação

Inscreveu duas equipas [infantis e benjamins] na AF Setúbal…

PRESIDENTE DO CLUBE SONHA COM UM RELVADO NO CAMPO DO OLIVAL

Uma época depois de fazer regressar, ao cabo de mais de duas décadas, os seniores aos palcos competitivos do futebol da AF Setúbal, o Clube Desportivo e Recreativo Águas de Moura acaba de abrir a porta aos escalões de formação. 

Uma equipa de infantis e outra de benjamins, ambas de 2.º ano, estão inscritas na AF Setúbal e isso significa “mais um passo significativo para reaproximar os associados e dar visibilidade e credibilidade a um emblema que quer reconquistar o seu espaço”, assumiu ao afsetubal.fpf.pt Jaime Sombreireiro, presidente da Direcção do Águas de Moura.

Não há memória do emblema sedeado na freguesia da Marateca apresentar-se oficialmente com equipas de formação, mas este ano os responsáveis do clube, fruto de uma parceria, assumiram o inédito desafio.

“Queremos cativar os jovens e criar bases para sustentar uma estrutura formativa no seio do clube. Contamos com o apoio dos familiares dos atletas, que vão chegar da nossa localidade e de outros lugares próximos, e isso foi meio caminho andado para possibilitar esta nova realidade”, garante Jaime Sombreireiro, dirigente entusiasmo com o novo desafio.


Formação vai treinar e jogar em Palmela

 Para garantir as melhores condições de trabalho possíveis a todos quantos vão passar a vestir as cores do Águas de Moura nas duas equipas de formação, o clube vai possibilitar a realização de treinos e jogos no relvado sintético do Palmelense FC. “Será um investimento apenas reservado à formação”, revelou.

Esta deslocação decorre do fato do Águas de Moura apresentar o Campo do Olival, de terra batida, com única infra-estrutura desportiva para a prática do futebol. Um recinto no qual a equipa sénior vai continuar a jogar, pelo segundo ano consecutivo, no campeonato da II divisão distrital.


Relvado sintético para dinamizar o futuro


“O nosso grande objectivo é, tão depressa quanto possível, conseguirmos que o nosso campo ganhe um relvado sintético. Esse seria um sonho, que iria contribuir decisivamente para um renovado futuro do clube”, afirma Jaime Sombreireiro.

Todavia, e enquanto o tapete verde não é tornado realidade, o presidente do clube, que conta com cerca de 300 associados e tem em marcha uma campanha de renovada fidelização, através de quotas anuais, pretende obter apoios para fazer o Águas de Moura crescer.

“O clube esteve muito tempo sem prática competitiva e isso terá provocado um certo afastamento dos sócios e adeptos, bem como dos apoios e patrocinadores. Esta Direcção está focada em reverter essa situação, mostrando que é credível e disponível para trabalhar por mais e melhor em prol do clube”, garantiu.

Recorde-se que o Clube Desportivo e Recreativo Águas de Moura foi fundado em 15 de Setembro de 1975; ou seja, dentro de pouco tempo vai celebrar 42 anos de historial.

Fonte: AF Setúbal

Share on Google Plus