1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Monte Cap. 1 V. Gama 1

Foi enorme a desilusão…

GOLO SOFRIDO JÁ NA COMPENSAÇÃO ATIRA MONTE DE CAPARICA PARA A 2.ª DIVISÃO

No Campo Rocha Lobo viveram-se no passapo domingo momentos de grande emoção que acabaram em grande tristeza porque o clube não conseguiu assegurar a sua continuidade na 1.ª Divisão.

Dada a sua posição na tabela classificativa ao Monte de Caparica apenas a vitória interessava para poder acalentar algumas esperanças em relação à permanência, entre os melhores do distrito.

Depois de uma igualdade a zero na primeira parte as equipa entraram na segunda metade do encontro com a intenção de fazerem o melhor possível e por volta dos 80 minutos o Monte de Caparica connseguiu colocar-se em vantagem com um golo marcado por Fred na cobrança de uma grande penalidade.

Nesta altura, tendo em conta o que se passava em Setúbal e na Charneca de Caparica [empates do Comércio Indústria e Beira Mar de Almada] o Monte de Caparica estava na 1.ª Divisão.

Mas, um golo do Vasco da Gama, marcado também de penalti, por João Nunes, já em período de compensação, alterou completamente o cenário e o Monte de Caparica acabou por ser despromovido, salvando-se o Beira Mar de Almada.

Como é compreensível o desânimo instalou-se junto dos adeptos, dirigentes, treinadores e jogadores que se sentiram injustiçados por considerarem que não terá existido falta merecedora de castigo máximo.

Depois de uma época muito complicada e com um plantel demasiado curto a equipa orientada por José Meireles fez tudo para resistir e lutou de forma intensa até ao fim mas não conseguiu alcançar o seu objectivo, sendo despromovida.


Em termos classificativos o Vasco da Gama de Sines terminou em 5.º lugar com os mesmos pontos do Charneca de Caparica [que foi quarto] mas isso em nada invalida a excelente temporada que fez neste seu regresso à 1.ª divisão, depois de ter andado alguns anos na segunda. O Monte de Caparica terminou em 15.º lugar.   


Share on Google Plus