1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Com. Ind. 2 Moitense 2

Má planificação da época foi fatal…

COMÉRCIO INDÚSTRIA DESCE DE DIVISÃO NO ANO DO CENTENÁRIO

O Comércio Indústria foi uma das equipas despromovidas à 2.ª divisão. A onda de tristeza é grande porque aconteceu precisamente no ano em que comemora o centenário mas os erros pagam-se caro nestas coisas de futebol e por vezes por muitas voltas que se dê não se consegue ultrapassar determinados obstáculos.

Foi o que aconteceu neste caso. Uma má planificação da época começou bem cedo a dar problemas e por essa razão Carlos Chaby abandonou o barco por não de identificar com as directrizes traçadas.

Gonçalo Paulino, treinador dos juniores, foi promovido a treinador da equipa principal e porque havia muita gente a sair foi obrigado a apostar na juventude.

As coisas não estavam a correr da forma desejada e a situação ficou ainda mais agravada com a demissão da direcção que estava em funções.

Depois, com a eleição da nova direcção, foi lançado o SOS e houve jogadores que regressaram. A equipa ficou mais consistente e alcançou alguns bons resultados nesta recta final mas o esforço de nada valeu porque o objectivo não foi conseguido para desalento dos adeptos.

Nesta partida com o Moitense ainda havia uma réstea de esperança mas a tarefa não era fácil devido à qualidade do adversário e o ponto conquistado acabou por não servir para nada, face aos resultados obtidos pelos seus adversários.

A equipa da Moita foi a primeira a marcar por intermédio de Amadeu, depois Daniel Baião empatou na cobrança de uma grande penalidade, atingindo-se o intervalo com 1-1 no marcador.

Na segunda parte o Moitense volta a adiantar-se no marcador com um golo de Ari e o Comércio respondeu por Ventura que colocou o marcador em 2-2, que se manteve até ao fim.

Na classificação o Moitense terminou em 9.º lugar com os mesmos pontos do Sesimbra (39) e o Comércio e Indústria na 14.ª posição 24 pontos.


Share on Google Plus