FUTEBOL»» Faleceu Amândio de Carvalho

Ex-presidente da AF Setúbal e vice-presidente da FPF

FOI UMA DAS FIGURAS MAIS RELEVANTES DO FUTEBOL DISTRITAL E NACIONAL

Esta é daquelas notícias que não gostamos de dar, em primeiro lugar porque se trata de uma figura que ocupou cargos de extrema relevância no panorama desportivo nacional e neste caso particular no futebol, depois porque se tratava de uma pessoa sempre disponível para colaborar naquilo que era necessário e por fim porque partilhámos muitas horas de conversa [entrevistas] no desempenho das nossas funções, ele na qualidade de dirigente desportivo [AFS e FPF] e eu na qualidade de jornalista. Dava gosto falar com ele... Para mim, foi um bom amigo que partiu, do qual vou certamente ter muitas saudades … 


Faleceu esta sexta-feira aos 79 anos

Nascido a 10 de Março de 1937, no Montijo, Amândio de Carvalho, faleceu esta sexta-feira aos 79 anos, vítima de doença prolongada.

O antigo vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, entre 1983 e 1986 e, depois, entre 1998 e Dezembro de 2011, dedicou grande parte da sua vida ao movimento associativo e em particular ao futebol.

Eleito vice-presidente da Associação de Futebol de Setúbal, em 1970, foi secretário-geral e responsável pelo futebol juvenil, numa primeira passagem que se prolongou até 1983, altura em que assumiu funções como vice-presidente da direcção da FPF, presidida então pelo Dr. Silva Resende. Foi o responsável pelas selecções que participaram no Europeu de 1984, em França, e no Mundial de 1986, disputado no México
Em 1989, regressou à Associação de Futebol de Setúbal, na qualidade de secretário-geral. Dois anos depois, Amândio de Carvalho foi eleito como presidente da AF Setúbal, mantendo esse cargo até 1998, altura em que retornou à FPF como vice-presidente administrativo, na direcção presidida por Gilberto Madaíl, acumulando, desde 2007, com o cargo de responsável pela Selecção A, acompanhando as selecções no Euro-2008 e no Mundial de 2010. Manteve-se nestas funções até Dezembro de 2011.
A 6 de Setembro de 2011 foi agraciado com o Grau de Comendador da Ordem de D. Henrique, pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. No ano seguinte, a 12 de Maio, foi distinguido como sócio honorário da FPF e em Agosto de 2016 foi-lhe atribuída pela Câmara Municipal do Montijo a medalha de ouro da cidade.
Amândio de Carvalho foi praticante de ténis de mesa, basquetebol e futebol. Chegou a integrar a selecção de juniores de futebol da Associação de Setúbal. Em 1958, tirou o curso de treinador de futebol no antigo INEF. Profissionalmente, e depois de ter tirado o Curso Industrial, foi professor no Montijo. Trabalhou na Firestone Portuguesa desde 1961.

O corpo de Amândio de Carvalho estará a partir das 19 horas desta sexta-feira na Capela do Montijo de onde sairá amanhã, sábado, pelas 16 horas, para o cemitério da Quinta do Conde, para ser cremado. 



Mensagem de condolências do Presidente da FPF


"Em meu nome e em nome da Federação Portuguesa de Futebol gostaria de expressar o meu voto de profundo pesar pela morte de Amândio de Carvalho.

A sua competência profissional e capacidade de liderança deixaram marcas positivas na FPF e contribuíram para engrandecer o futebol português. Pessoa de cortesia ímpar, Amândio de Carvalho deixa igualmente ao País um enorme legado de simpatia, seriedade e honradez.



Mensagem de condolências do presidente da Direção da AF Setúbal

“Foi com enorme consternação que recebi a informação do falecimento de Amândio de Carvalho, personalidade incontornável na história do dirigismo da Associação de Futebol de Setúbal.

A dedicação e o trabalho meritório que desenvolveu ao longo dos muitos anos em prol da nossa instituição será, para sempre, recordado com o honroso e devido reconhecimento.

Recordo o início da sua ligação à AF Setúbal, desde jovem, pela mão de seu Pai, antigo dirigente da AF Setúbal, que muito contribuiu para o fortalecimento da sua paixão pelo dirigismo e que veio a revelar-se como fundamental nos valores humanos que Amândio de Carvalho transmitiu ao longo da sua atividade dentro e fora do plano associativo, quer regional ou nacional.

A título pessoal e em nome da Associação de Futebol de Setúbal apresento as mais sentidas condolências à viúva, aos dois filhos e à restante família enlutada".

Francisco Cardoso, presidente da Direção da Associação de Futebol de Setúbal


Share on Google Plus