FUTSAL»» Portugal 2 Rússia 2

No segundo jogo de preparação para o Europeu…

PAVILHÃO DA TORRE DA MARINHA VOLTA A REGISTAR GRANDE ENCHENTE



O Pavilhão Municipal da Torre da Marinha voltou a registar mais uma enchente (1500 pessoas) para assistir ao segundo jogo de preparação, entre as selecções de Portugal e da Rússia, para a qualificação do Campeonato da Europa. 

Depois do desaire (3-2) de sexta-feira frente a esta mesma selecção, a equipa orientada por Jorge Braz entrou muito determinada no encontro e chegou ao primeiro golo ainda dentro dos dois minutos iniciais, por intermédio de Bruno Coelho. Numa jogada simples e de primeiro toque, Fábio Cecílio assistiu o compatriota, que à boca da baliza apenas teve de encostar 

Antes, a vice-campeã mundial tinha dado o primeiro aviso, através de Andrey Afanasyev, mas Cristiano respondeu bem ao remate à meia volta do jogador russo.

A Rússia não se deixou abalar pela desvantagem mínima no marcador e deu a volta ao marcador. Primeiro, num lance infeliz para Márcio, que após um canto cobrado de forma tensa, viu a bola bater na perna e parar no fundo das redes. E, depois, uma excelente combinação do conjunto russo terminou com um remate eficaz de Artem Niiazov.

Já em cima do intervalo, a 'equipa das quinas' chegou ao empate por Anilton, novamente, numa jogada rápida, concluída com um 'tiro' do português a fuzilar o guardião Dmitrii Putilov.

O segundo tempo tornou-se mais táctico, as equipas posicionaram-se melhor defensivamente e apostaram, quase sempre, em transições de rápidas. Bruno Coelho, com dois remates perigosos, foi o melhor jogador português na 'quadra'.

Ricardinho não esteve muito inspirado durante o encontro, mas, em trabalho defensivo, conseguiu cortar sob a linha de baliza um golo que parecia certo para o conjunto russo, aos 34 minutos. 


Jorge Braz, seleccionador nacional:
“Estou extremamente satisfeito. Este jogo insere-se num contexto de uma meia-final de um Europeu ou Mundial. Este foi um jogo bastante intenso e as equipas melhoraram bastante em relação ao primeiro. Ter qualidade em alguns momentos e nas decisões dentro desta competitividade, é muito bom.”

Ricardinho:
“Foi notória a melhoria mas ainda não estamos a concretizar da forma como queremos, esperemos que o possamos fazer na fase de qualificação. Há que dar os parabéns não só aos jogadores mas também a este público fantástico que encheu por completo o pavilhão e nos deu um grande apoio”.



FICHA DO JOGO
Jogo no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha, no Seixal.
ÁRBITROS: Rúben Guerreiro e Sérgio Silva.



PORTUGAL: Cristiano, Bruno Coelho, Fábio Cecílio, João Matos e Ricardinho.
Jogaram ainda: André Coelho, Nislon, Anilton, Márcio, Miguel Ângelo, André Sousa, Tiago Brito e Bebé.
Treinador: Jorge Braz.

RÚSSIA: Dmitri Putilov, Vladislav Shayakhmetov, Artem Antoshkin, Andrei Batyrev e Andrey Afanasyev.
Jogaram ainda: Yanar Asadov, Ruslan Kudziev, Ivan Chishkala, Artem Niiazov, Robinho, Sergei Abramov, Eder Lima, Danil Dadydov e Dmitrii Lyskov.
Treinador: Sergey Skorovich.

Ao intervalo: 2-2.

Marcadores:  1-0, Bruno Coelho (2’); 1-1, Márcio (15’ na própria baliza); 1-2, Artem Niiazov (16'); 2-2, Anilton (18)'.

Acção disciplinar: nada a assinalar.



Share on Google Plus