Destinado a todas as modalidades e aos clubes da Margem Sul do Tejo

Destinado a todas as modalidades e aos clubes da Margem Sul do Tejo

Sport Video

Resource

Tecnologia do Blogger.

Destaques

segunda-feira, 30 de maio de 2016

2.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» V. Gama 2 Palmelense 0



EM ACTUALIZAÇÃO




















1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» ADQC 2 Beira Mar 2

ADQC despede-se do campeonato com um empate…


BEIRA MAR FEZ ALGUMAS POUPANÇAS COM O PENSAMENTO NA TAÇA


A ADQC despediu-se do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão com um empate na partida que disputou no Campo António Xavier de Lima, na Quinta do Conde, com o Beira Mar de Almada.  

A equipa quinta condense não foi feliz no ano de estreia na principal competição do futebol setubalense e acabou por regressar à 2.ª Divisão Distrital, de onde havia saído na época anterior.

Nesta sua caminhada pela 1.ª divisão, a equipa agora orientada por Nuno Cláudio, que substituiu Manuel Pinéu a poucas jornadas do fim do campeonato, terminou no último lugar da tabela classificativa com 17 pontos, produto de 3 vitórias, 9 empates e 19 derrotas, um registo que não foi de forma nenhuma o desejado mas que serviu certamente de aprendizagem para os tempos que se aproximam.

Quanto ao Beira Mar de Almada [que nesta partida fez algumas poupanças tendo em vista o jogo da Taça AF Setúbal], o balanço que se pode fazer desta época desportiva é extremamente positivo porque para além do 11.º lugar obtido no campeonato a equipa obteve também o passaporte para a final da Taça AF Setúbal que vai disputar no próximo sábado com o Amora, no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Com uma equipa constituída essencialmente por jovens formados no clube sob a batuta do mister João Luís a equipa demorou um pouco a encontrar-se mas com o decorrer do tempo a máquina foi-se afinando de tal forma que não demorou muito a carburar bem e o resultado está à vista.

Relativamente ao jogo a equipa da casa esteve melhor na primeira e foi para o intervalo a ganhar por 1-0 com um golo marcado por Rafael Matos, aso 17 minutos.
Na segunda parte a ADQC voltou a entrar bem mas o Beira Mar que entretanto havia mexido na sua estrutura, aproveitando alguns momentos de descontracção do adversário, deu a volta ao marcador com dois golos obtidos no espaço de cinco minutos, por Ricardinho e Zé Vitória. À ADQC valeu pouco depois (79m) Rodrigo que conseguiu restabelecer a igualdade (2-2), que se manteve até ao fim.


Para a final da taça, a direcção do clube informa que os ingressos já estão á venda na secretaria do clube ao preço de 5€. O clube tem também à venda t-shirts alusivas ao acontecimento, igualmente por 5€ e ainda um pack composto por bilhete + t-shirt + autocarro, por 10€. 




NUNO CLÁUDIO, treinador da ADQC: 






1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Alcochetense 2 Almada 1

Almada foi a primeira equipa a marcar…


ALCOCHETENSE SÓ DEU A VOLTA AO MARCADOR NA SEGUNDA PARTE


O Alcochetense terminou a sua participação no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão com uma vitória sobre o Almada, por 2-1, em jogo realizado no Campo António Almeida Correia “Foni”, em Alcochete, que serviu apenas para cumprir calendário.

O triundo, contudo, não foi fácil de conseguir não só devido à entrega e atitude dos jogadores almadenses que deram muito boa conta de si mas também devido a uma prestação menos bem conseguida pela turma de Alcochete sobretudo no decorrer da primeira parte que terminou com o Almada a ganhar por 1-0, com um golo obtido pelo seu melhor marcador, Lino Pereira.    

A conversa tida no balneário ao intervalo produziu efeitos positivos na equipa da casa que melhorou substancialmente a sua produção de jogo e aos 68 minutos a partida ficou igualada com o golo marcado por Piqueira. O Alcochetense começou a acreditar que poderia fazer melhor e acabou por alcançar o golo da vitória a cerca de 10 minutos do fim por intemédio de André Queijinho.

A equipa de Alcochete que no início da época era apontada como uma das principais favoritas, juntamente com o Desportivo Fabril e Amora começou cedo a ceder e acabou por terminar a competição em 4.º lugar com 50 pontos, menos 21 que o Desportivo Fabril que se sagrou campeão.

Para os adeptos alcochetenses esta época foi uma desilusão mas o treinador José Pedro não partilha da mesma opinião. “Tendo em conta as alterações que a equipa sofreu a nível de jogadores considero uma época positiva”, disse ao nosso jornal o treinador da equipa de Alcochete que anunciou a sua saída do clube.

Quanto ao Almada [que terminou em 13.º lugar] o que se pode dizer é que foi uma época muito complicada devido a problemas que originaram a saída de alguns jogadores e da equipa técnica que havia iniciado a temporada. Nuno Cirilo, chamado à equipa sénior, foi obrigado a recorrer ao concurso de alguns jovens da equipa de juniores que acabaram por cumprir a sua missão de forma positiva.      





JOSÉ PEDRO, treinador do Alcochetense:

1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Olímpico 2 Pescadores 2

Olímpico ganhava ao intervalo por 2-0…


COSTA DE CAPARICA RECUPERA DESVANTAGEM NO DECORRER DA SEGUNDA PARTE


O Olímpico do Montijo não conseguiu melhor que um empate na partida que disputou no Campo da Liberdade com os Pescadores da Costa de Caparica relativa à última jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão.

O jogo até começou por correr bem à equipa do Montijo que ao intervalo ganhava por 2-0 com dois golos obtidos por Rúben Góias, o primeiro obtido aos 20 e o segundo aos 32 minutos, vantagem que se justificava plenamente devido à superioridade evidenciada.

Na segunda parte as coisas mudaram um pouco porque os Pescadores subiram nitidamente de rendimento ao contrário do seu adversário que dava mostras de se sentir satisfeito com o resultado.

A equipa da Costa da Caparica reduziu para 2-1 logo nos primeiros minutos por intermédio de Teixeira e as coisas ficaram um pouco mais tremidas para a formação da casa que pouco depois viu um golo ser anulado.

Com as substituições efectuadas pelos dois treinadores o jogo perdeu um pouco qualidade mas continuou a ser bem disputado com os Pescadores a arriscarem tudo na tentativa de poderem chegar ao empate que acabou por acontecer nos instantes finais da partida, com um golo de Bala.

Para o Olímpico do Montijo que terminou o campeonato em 9.º lugar com menos dois pontos que o Charneca de Caparica e Comércio Indústria este não foi o resultado desejado porque a equipa perdeu a possibilidade de terminar a competição em sétimo lugar. De qualquer forma, numa breve análise feita, não restam dúvidas que se tratou de uma época extremamente positiva para a equipa orientada por Olívio Cordeiro, que terminou o seu vínculo ao clube.

Os Pescadores, que viveram momentos atribulados em determinada altura do campeonato que culminaram com a troca de Jorge Amaral por Pedro Amora, no comando técnico da equipa, acabaram em 10.º lugar, uma posição que embora não sendo famosa também não é má de todo. Os resultados obtidos nos últimos oito jogos [4 vitórias, 3 empates e apenas uma derrota] são exemplo do bom desempenho da equipa nesta fase derradeira da competição.



A OPINIÃO DOS TREINADORES...

OLÍVIO CORDEIRO, treinador do Olímpico do Montijo:




1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Monte Cap. 2 Amora 1

Vitória do Monte foi um prémio pelo esforço desenvolvido ao longo da época…


AMORA APROVEITOU PARA DAR OPORTUNIDADE A JOGADORES MENOS UTILIZADOS


Monte de Caparica e Amora encontraram-se no Campo Rocha Lobo num jogo que serviu apenas para cumprir calendário porque tanto uma como outra equipa já tinham as suas posições definidas em termos de tabela classificativa.

Por parte da equipa da casa existia a motivação de querer vencer o vice-campeão para deixar uma boa imagem na despedida da época de 2015/2016, que não correu nada de feição. E por parte do Amora a oportunidade de ver em acção os jogadores menos utilizados e precaver o habitual onze titular para a final da taça que se realiza no próximo sábado no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

O Monte de Caparica entrou melhor na partida e aos quatro minutos colocou-se em vantagem com um golo de Veiga. O Amora tentou reagir ao golo sofrido mas a máquina com muitas peças novas não funcionou da forma desejada e a equipa treinada por José Meireles aproveitou para aumentar a vantagem já relativamente próximo do intervalo por intermédio do seu melhor marcador, Bruninho.

Como o resultado não era do seu agrado a equipa amorense entrou na segunda parte com vontade de dar a volta à situação e exerceu alguma pressão sobre o adversário que entretanto começava a dar sinal de fadiga mas ia-se aguentando bem.

Neste período os pupilos de David Martins foram de facto superiores e criaram várias oportunidades de golo que iam sendo desperdiçadas pelo facto dos seus jogadores se encontrarem numa tarde de pouca inspiração e também devido à boa exibição do guarda-redes adversário.

A insistência em termos ofensivos da equipa amorense valeu-lhe contudo a redução da desvantagem para 2-1, com um golo de Bandeira que surgiu apenas aos 90 minutos; ou seja, tarde demais.

Feitas as contas finais do campeonato fica a classificação das duas equipas: o Amora terminou em segundo lugar, como vice-campeão, tendo garantido desde logo a sua presença na 1.ª eliminatória da Taça de Portugal na próxima época e o Monte de Caparica [que passou por grandes problemas durante a época] concluiu a sua prestação em 14.º lugar mas nem tudo foi negativo porque o seu jogador Bruninho [com 17 golos marcados] terminou na tabela dos melhores marcadores num honroso quinto lugar .

Para o Amora a época termina apenas no próximo sábado com a realização da final da taça associativa onde vai defrontar o Beira Mar de Almada, no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Para facilitar a vida aos seus adeptos o clube informa que já se encontram à venda os ingressos para jogo pelo valor único de 5.00€. O clube informa também que se encontram disponíveis dois autocarros para a deslocação a Setúbal. As inscrições são feitas na secretaria do clube.


A OPINIÃO DOS TREINADORES…


JOSÉ MEIRELES, treinador do Monte de Caparica:

Tínhamos que entrar muito fortes para fazer o resultado porque sabiamos que só iríamos aguentar 60 minutos”

“Acabámos a época como a começámos, com uma vitória, logo acabámos como começámos, a sorrir. A partida de hoje não servia mais do que para cumprir calendário já que ambos os clubes tinham a sua posição definida no que concerne à classificação final. No entanto, pelo nosso lado havia a vontade de deixar uma imagem diferente daquela que deixámos no jogo da primeira volta. Sabia que não seria fácil pois a minha equipa não duraria mais que sessenta minutos e como tal teria que entrar muito forte e tentar fazer o resultado até ao intervalo. Felizmente conseguimos entrar bem no jogo, fizemos um golo cedo e penso mesmo que fomos superiores ao Amora durante a primeira metade porque para além do segundo golo poderíamos ter feita ainda mais um".

"Na segunda metade como esperava o Amora entrou com tudo mas poderíamos ter sido nós a voltar a marcar primeiro, tal não aconteceu e a partir dos 60 minutos o nosso adversário pegou no jogo. Passámos maus bocados e o que nos valeu foi a ineficácia atacante do Amora por um lado e a boa exibição do nosso guardião por outro. O Amora viria mesmo a reduzir já em tempo descontos e penso que justificou isso por tudo o que trabalhou principalmente na segunda metade".

"Quero aproveitar para deixar um agradecimento aos meus jogadores pelo espirito de sacrifício que tiveram na partida principalmente a partir dos 60 minutos pois sei que não é fácil estar nove semanas sem treinar convenientemente e encontrar frescura física para jogar mais 35 contra um adversário valoroso e bem trabalhado, foi sem dúvida necessário muito coração".

"Ao Amora, da mesma forma que desejei a semana passada ao João Luís, boa sorte para a final da Taça AFS. Desejo também ao David Martins o mesmo, que seja um verdadeiro espectáculo e que ganhe o melhor".

"Quanto ao trio de arbitragem esteve como os jogadores e treinadores de ambas as equipas, umas vezes bem outras mal, faz parte do jogo. Boas férias e até para o ano”. 



DAVID MARTINS, treinador do Amora:



Publicação em destaque

TAÇA AF SETÚBAL»» Final joga-se no dia 4 de Junho

Amora e Beira Mar de Almada são os finalistas... ESTÁDIO DO BONFIM SERÁ O PALCO DA FINAL DA TAÇA O Estádio do Bonfim, em Setúba...

VÍDEOS

Copyright © 2015 JORNAL DE DESPORTO ™ Designed by Templateism . Hosted on Blogger Platform.